HISTÓRICO


Alexandre de Castro Gomes
Ex-Presidente da AEILIJ

A ideia de um prêmio oferecido por autores para autores é antiga. Quando eu entrei para a AEILIJ em 2010, já se falava nisso. No entanto, o prêmio não saiu. Um grupo dentro da associação acreditava que seria difícil julgar o trabalho dos nossos pares sem que o resultado não fosse contestado e que isso poria em risco a própria união entre os autores.
Depois que fui eleito presidente da AEILIJ em 2015, descobri que toda e qualquer decisão que a minha diretoria tomasse não teria uma aceitação unânime. Foi assim com o fim do boletim impresso. Foi assim com alguns temas do “Discussões AEILIJ”. Foi assim com cláusulas do novo estatuto. Antes disso já tinha sido assim com o novo logo e até em relação ao conteúdo de algumas cartas abertas. Nunca teríamos 100% de aceitação, o que é ótimo, pois faz parte do jogo democrático.
Após muita deliberação da diretoria, deduzimos que toda a classe tinha mais a ganhar do que a perder com o Prêmio AEILIJ e fui pesquisar os editais de outros prêmios literários. Peguei muitas dicas com o Christian David, na época presidente da AGES, entidade que há anos promove sua própria premiação, e com colegas da comunidade de concursos literários do Facebook. Colecionei editais de prêmios relevantes e redigi o edital do Prêmio AEILIJ, levando em consideração as nossas necessidades e objetivos. Criei também uma tabela de pontuação de certos aspectos do livro para orientação dos jurados.
Após tudo pronto, convidei o Maurício Veneza para desenvolver a marca, o selo que ofereceríamos aos vencedores. Ele desenvolveu uma linda borboleta com o corpo de caneta, uma imagem que representa o voo que a leitura e a escrita nos oferecem. Como a data escolhida para a divulgação dos vencedores (18 de abril – não podia ser mais simbólico) cai no outono, símbolo da renovação, as cores remetem a essa estação. A partir da borboleta, desenvolvi a lagarta, devoradora de leituras, para o selo dos finalistas. Convidei os jurados da primeira edição, pessoas importantes no meio literário, e lancei a chamada para o Prêmio AEILIJ 2017.
Até hoje fico muito feliz com a repercussão que esse prêmio alcançou. A cada ano que se passa, são mais concorrentes. Um sucesso absoluto. Os autores e amantes do livro só têm a ganhar.
Viva a LIJ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Entrega dos Prêmios e AGO